29 de dezembro de 2008

1960 a 1969

**1960**
Inventado o Laser.


O termo MPB - Música Popular Brasileira - é utilizado pela primeira vez,
por
Ari Barroso, na contracapa do disco Bossa Nova, de Carlos Lyra.


Estréia do bloco Cavalheiros de Bagdá, vencedor de concurso carnavalesco, com a alegoria O Gigante de Bagdá, criação de Nelson Maleiro.

Gordurinha lança seu primeiro LP: Gordurinha Tá na Praça (Continental).

João Gilberto: LP O Amor, o Sorriso e a Flor, pela gravadora Odeon.
Caetano Veloso, aos 17 anos de idade, muda-se com a família, para Salvador.
Gilberto Gil ingressa na Faculdade e recebe da mãe o primeiro violão.
Gilberto Gil, aos dezoito anos de idade, forma o conjunto Os Desafinados.

Dorival Caymmi: Lançamento do LP Caymmi e Seu Violão. Gravado em 1959, com produção de Aloysio de Oliveira.
 

Caymmi e Seu Violão (LP/1959)
Noite De Temporal
Compositção: Dorival Caymmi
Interpretação: Dorival Caymmi: Voz e Violão








É noite, é noite
Ê lamba ê hê lambaio

Pescador não vá pra pesca

Pescador não vá pescar
Pescador não vá pra pesca

Que é noite de temporá

É noite, é noite

Ê lamba ê hê lambaio


Pecador se vai pra pesca
Na noite de temporá
A mãe se senta na areia
Esperando ele vortar


É noite, é noite, é noite... 
 
**1961**
Cinema Novo: O chamado Ciclo Baiano de Cinema traz filmes como Barravento,
a estréia de Glauber Rocha;
A G
rande Feira, de Roberto Pires.
Glauber monta seu primeiro trabalho – O Pátio – com sobras do longa-metragem Redenção, de Roberto Pires (primeiro longa-metragem baiano).
João Gilberto: 3º LP (Odeon), grande êxito de vendas e gravação no exterior.
O LP Forró do Jackson tem como carro-chefe a música Meu Enxoval,
uma parceria de
Jackson do
Pandeiro e Gordurinha.

**1962**
Conjunto de Câmera da UFBA, com Walter Smetak como
violoncelista, à esquerda
(Clique para ampliar)
O Telstar I, primeiro satélite de comunicações é colocado em órbita.

Surge o Manifesto do CPC (Centro Popular de Cultura), apresentado como declaração de princípios da vanguarda popular revolucionária no campo da cultura, visando o intelectual e o artista "alienados", e a "a arte pela arte".

Baden Powell conhece Vinícius de Moraes, dando início à rica parceria que inclui: Berimbau, Samba da Benção, Samba em Prelúdio, além da série de afro-sambas: Canto de Xangô, Canto de Ossanha, Bocoxê, etc.

Gláuber Rocha produz o longa-metragem Barravento, seu filme de estréia.

Gilberto Gil: primeira gravação como intérprete.
(Lado B do
Single JS Discos: Povo Petroleiro e Coça, Coça, Lacerdinha).
Gilberto Gil: primeira gravação de uma música de sua autoria, em que participa tocando acordeon: Bem Devagar – conjunto vocal As Três Baianas (Single JS Discos).

Fevereiro
O Trio Elétrico Tapajós se apresenta no circuito oficial do carnaval de Salvador sobre a carroceria construída em 1958 pela dupla Dodô e Osmar, vendida a Orlando Campos no final de 1960.
Orlando já vinha se interessando pelos trios elétricos
desde 1957, quando no subúrbio de Periperi contratara um trio elétrico local, (os Cinco Irmãos) para animar o baile de carnaval do clube Flamenguinho. O Tapajós, surgido em 1958, será importante no redimensionamento do fenômeno "trio elétrico" em seus diversos aspectos, cabendo a Orlando (Tapajós) Campos um papel fundamental na caracterização do trio enquanto empresa.

Julho, 19
Primeira imagem de TV através do Atlântico, pelo satélite Telstar.

Outubro, 05

The Beatles: lançamento do primeiro compacto: Love Me Do, P.S. I Love You.
(Parlophone Records)


Outubro, 13
Margareth Menezes nasce no bairro da Boa Viagem, em Salvador.

Outubro, 27

The Beatles colocam sua primeira música na parada de sucessos:
Love Me Do
atinge o 48º lu
gar no Melody Maker Hit Parade.

Novembro, 21
A Noite da Bossa Nova: Festival de bossa nova no Carnegie Hall, em Manhattan, Nova Iorque, com João Gilberto, Antonio Carlos Jobim, Carlos Lyra, Luís Bonfá.
Abertura da bossa nova para o mundo.

João Gilberto grava com Stan Getz, e fixa residência em Nova Iorque.

Novembro, 23

Carlinhos Brown (Antônio Carlos Santos de Freitas) nasce no
Candeal Pequeno, em Brotas, Salvador.


**1963**
Glauber Rocha dirige o filme Deus e o Diabo na Terra do Sol.
Jorge Ben, carioca, surge com o disco Samba Esquema Novo.
Jorge Ben estréia no disco com Mas que Nada e Por Causa de Você,
sucessos imediatos que vendem milhares de cópias.
Caetano Veloso ingressa na Faculdade de Filosofia da Universidade Federal da Bahia.
Gilberto Gil é apresentado a Caetano Veloso pelo produtor musical Roberto Sant’Ana.
Início da amizade entre Caetano, Bethânia, Gil, Gal Costa e Tom Zé.
O primeiro trabalho musical de Caetano: a trilha sonora da peça teatral O Boca de Ouro, de Nelson Rodrigues, montada pelo diretor teatral baiano Álvaro Guimarães, que o convida para compor trilha musical para A Exceção e a Regra, de Bertold Brecht.
Capinan: primeira aproximação com a música, ao escrever a peça Bumba Meu Boi, musicada por Tom Zé. Sua primeira música será Viramundo, parceria com Gilberto Gil, tema de filme de Geraldo Sarne.
Gilberto Gil compõe sua primeira música: Felicidade Vem Depois,
samba bossa nova, no
estilo de João Gilberto.
Gilberto Gil grava em Salvador seu primeiro disco: Gilberto Gil – Sua Música, Sua Interpretação (EP - JS Discos); Decisão / Vem Colombina (Single JS Discos).

Gilberto Gil
Sua Música, Sua Interpretação
 
Compacto duplo
JS Discos - CJ - 1.001



Texto de Jorge Randam na contracapa do compacto, bem ao estilo do autor e da época:
"Esta é uma baianada sem pejorativo... sadia, cheia de talento... talento jovem! Você já ouviu falar na "bossa-nova" da Bahia? Não basta ouvir falar. É preciso ouvi-la... e senti-la. Senti-la como a sentem os jovens que fazem parte deste grupo, para quem o novo movimento musical é uma espécie de religião, praticada com o fervor de coisa pura! E se distingue... e fala, levando no seu "balanço" a mensagem moça de idéias adultas, daqueles que que têm a sua oração cotidiana na visão de um Brasil melhor, inspirados no encanto enfeitiçado da Terra. Neste novo "canto da terra" os jovens nos colocam em estado de "semi-letargia", para ministrarem a sua mensagem-esperança partida do seu círculo vivencial de desejos incontidos! Levam-nos a uma "Serenata de Teleco-teco" figurada em imagens novas, até o romantismo tranquilo de "Meu luar, Minhas canções" com o intuito de "esquecer o triste", sentenciando uma "Vontade de Amar", para fazer-nos chegar ao grito íntimo, vigoroso e sereno a um só tempo, do drama de "Maria Tristeza" que já "não  tem mais coragem de ter alegria", ao lado de "João Pobreza" que já se sente "cansado de não descansar"... É coisa para se ouvir... sentir... refletir! No mais, o "balanço" novo do Alcyvando que a voz do Gilberto Gil ilustrou, com o ritmo de Djalma e Orlando! É sobretudo uma baianada cheia de ternura."

José Jorge Randam


FAIXAS:
FACE A
1 - Serenata de Teleco-teco
2 - Maria Tristeza
FACE B
1 - Vontade de Amar
2 - Meu Luar, Minhas Canções



Janeiro, 19
Luiz Caldas nasce em Feira de Santana, Bahia.
Março
Manifesto Música Nova, movimento paulista, declara o ecletismo, o resgate e o inter-relacionamento do impressionismo com a politanalidade de Messiaen, o atonalismo de Schönberg, o serialismo de Webern, os processos eletro-acústicos de Cage. Seus signatários: Damiano Cozzella, Rogério Duprat, Régis Duprat, Sandino Hohagen, Júlio Medaglia, Gilberto Mendes, Willy Correia de Oliveira, Alexandre Pascoal.
Março, 07


The Beatles: primeiro LP é lançado na Inglaterra: Please Please Me (Parlophone Records). O orimeiro disco de estúdio da banda inova ao trazer mais da metade das músicas como composições originais dos executantes (a dupla Lennon/ McCartney).
Paul McCartney relata o seguinte episódio dos Beatles: ao receber o disco de ouro por Please, Please Me, eles o levaram para casa, animadíssimos, e colocaram para tocar. Embora soasse até bem, para a consternação dos rapazes o que ouviram no disco de ouro foi o som da banda The Rolling Stones
 
**1964**
O meio cultural brasileiro produz e cria movimentos:
o Cinema Novo,
o Poema-Práxis - um evento revolucionário (Mário Chamie),
o
show Opinião (Oduvaldo Viana Filho e Paulo Pontes).
"Invasão britânica de 1964": The Beatles e outros grupos ingleses.
Sucesso crescente dos Beatles leva-os a ingressar no mundo do cinema.
A Hard Day’s Night é a trilha sonora do filme de mesmo nome, dirigido por Richard Lester, (lançado no Brasil como Os Reis do Iê Iê Iê).
Esse disco marca o início da Beatlemania.

Primeira gravação dos Rolling Stones.
A banda de rock The Rolling Stones entra na Parada Top 40 dos EUA pela primeira vez.
John Lennon publica seu livro In His Own Write.
Nova Bossa Velha, Velha Bossa Nova: show apresentado por Caetano Veloso
no Teatro Vila Velha, em Salvador.
Gilberto Gil forma-se em Administração de Empresas.
Lançado o LP Getz/Gilberto, gravado em 62, pela Verve. Prêmio Grammy.
Camafeu de Oxossi lança o LP Berimbaus da Bahia
 LP Berimbaus da Bahia - Continental PPL 12099 - 1964
Capa: Carybé


Camafeu de Oxossi - Moriô
[Berimbaus da Bahia (1964) Continental - PPL 12099
FAIXAS:
1. Quem Quiser Moça Bonita - Aidée -Tradicional
2. Paraná - Tradicional
3. Samba do Mar - Tradicional
4. Adeus Corina - Tradicional
5. Sou Eu Maitá - Tradicional
6. Vou Dizê a Meu Sinhô Que a Manteiga Derramou - Tradicional
7. Babá Mixorô - Tradicional
8. Moriô - Tradicional
9. Ojo Matin Dolaie - Tradicional
10. Afoxé Loni - Tradicional
11. Alá Filá Lá - Tradicional
12. Adabaô no Mafé - Tradicional
13. Ala La La Ê - Tradicional

Camafeu de Oxossi (Solista de Berimbau) acompanhado de Berimbaus e Coro
Outras edições do mesmo álbum:
Berimbau (? ) Chantecler 2.04.405.076
Berimbau (1976) Gravações Elétricas S/A - LP 2-04-405-076]


Maio, 12
Tonho Matéria nasce em Salvador.
Junho
Nós Por Exemplo: show, dirigido por Caetano Veloso, inaugura o Teatro Vila Velha. Misturando canções e textos, o espetáculo antecipa a estrutura de muitos outros que virão a ser feitos no Rio de Janeiro e em São Paulo, pouco tempo depois.

Agosto, 11

The Beatles: Lançamento do filme A Hard Day’s Night, pela United Artists. Diretor: Richard Lester. Direção musical e produção do álbum: George Martin.


**1965**
Oswaldo José Leal compõe letra e música do Hino da Cidade do Salvador, classificado em 1º lugar no concurso público promovido pela Prefeitura da Cidade do Salvador - Bahia
Oficializado em D.O.M de 24/04/1965 - Decreto 2658 de 29/04/1965
Fonte: FGM
Partitura do Hino da Cidade do Salvador:
Hino da Cidade do Salvador
(Executação: Banda e Coral da PM)

Salvador teu céu famoso
De brilhante cor de anil
Relembra no Dois de Julho
A libertação do Brasil...
Erigida bem no alto,
És da Pátria o seu altar
Em tuas formosas praias,
Beija a areia o verde mar
Refrão:
Cidade de tanta glória
Povo nas lutas, viril,
Salvador, tua história,
É a mesma do Brasil...
Em tudo tens muito encanto,
És presépio, um jardim,
Tens igrejas, tens ladeiras,
Terra do Senhor do Bonfim...
Retratas bem o passado
Em Pirajá e em Pedrões
O progresso não impede
O teu culto às tradições (Refrão)
O teu nome é um símbolo
De prestígio e de amor,
O teu povo é culto e nobre
Ó cidade do Salvador...
Tens poesia e nobreza,
Tua vida é um esplendor...
Em toda parte beleza,
Ninguém te iguala em valor... (Refrão)

________________________________________

No início do ano, Caetano Veloso conhece João Gilberto, em Salvador.
Um marco na vida de Caetano, que, ressentindo-se do provincianismo local, abandona a faculdade e acompanha a sua irmã Maria Bethânia, que está indo substituir Nara Leão, no show Opinião, no Rio de Janeiro.


Caetano
embarca para o Rio de Janeiro.
Neste ano lança o disco É de manhã, com a participação de Bethânia, e um compacto pela RCA Victor.
Show Opinião: Maria Bethânia se destaca no Sul.
Janeiro
Gil transfere-se para São Paulo, para trabalhar na Gessy-Lever.
Mais uma vez, Maria Bethânia viabiliza uma ponte geográfica.
Abril, 04
Final do Primeiro Festival de MPB.
Maio
Caetano Veloso grava o seu primeiro single (compacto simples), com Cavaleiro e Samba em Paz, ambas de sua autoria, pela RCA.
Segundo semestre: Show Arena Canta Bahia, de Augusto Boal, no TBC de São Paulo.
Gil apresenta Procissão, gravada no mesmo ano em compacto na RCA Victor, contendo Roda, parceria com João Augusto, proprietário do Teatro Vila Velha.

Setembro
Roberto Carlos pisa pela primeira vez o palco da TV Record. No início da carreira, RC fazia shows acompanhado por Renato e Seus Blue Caps, em circos, para públicos ainda pequenos.
Surgimento da Jovem Guarda: a Federação Paulista de Futebol proíbe a transmissão direta, pela TV, dos jogos do campeonato, o que estimula os jovens telespectadores a assistir o programa comandado por RC nas tardes de domingo.O título do programa Jovem Guarda, da TV Record, comandado por RC, Erasmo e Wanderléa até o início de 1969, transforma-se em sinônimo de iê-iê-iê.
 
Setembro, 05
Fundação do MIS – Museu da Imagem e do Som.
Setembro, 11
The Rolling Stones: lançamento de Satisfaction.
Dezembro, 03
The Beatles: Lançamento do LP Rubber Soul. Este álbum marcaria o fim daquela fase mais romântica dos Beatles, assinalando o começo de uma sofisticação musical do grupo.
The Beatles: Rubber Soul. Parlophone, PMC 1267
Imagem da capa e versões inglesa e norte-americana do álbum
The Beach Boys: Pet Sounds. Brian Wilson, impressionado pelo LP Rubber Soul, dos Beatles, produz o álbum Pet Sounds (sons favoritos), que por sua vez influenciará Paul McCartney, na criação do disco Sargeant Peppers Lonely Hearts Club Band.
The Beach Boys: Pet Sounds
**1966**

Jimi Hendrix incendeia sua guitarra no Monterrey Pop Festival.
Lançamento do LP Os Afro-Sambas, de Baden & Vinícius.
Ernst Widmer, juntamente com Jamary de Oliveira, Carmen Mettig Rocha, Antonio José Santana Martins (Tom Zé), Lindembergue Cardoso, Nicolau Kokron, Milton Gomes, Fernando Cerqueira, Carlos Rodrigues de Carvalho e Rinaldo Rossi fundam o Grupo de Compositores da Bahia. Posteriormente, a eles viriam se juntar Walter Smetak, Rufo Herrera, Alda Oliveira, Lucemar de Alcântara Ferreira, Ilza Nogueira, Marco Antonio Guimarães (UAKTI) e Agnaldo Ribeiro dos Santos. Widmer torna-se, assim, mentor intelectual de toda uma geração de compositores das mais diversas tendências, ligados aos Seminários de Música da Universidade Federal da Bahia.
Na declaração de princípios do Grupo um único ítem: "Em princípio, estamos contra todo e qualquer princípio declarado".
O grupo baiano, desta forma, apontava para o ecletismo anárquico, na música erudita de vanguarda.
Jamary Oliveira, Lindembergue Cardoso, Rufo Herrera,
Ernst Widmer, Milton Gomes, Walter Smetak, Lucemar Alcântara Ferreira.
(Local: EMUS-UFBA - Salvador - Foto: Peter Jacobs)
 Walter Smetak cria sua OFICINA, no sentido prático e literal, que viria interessar a centenas de pessoas, no Brasil e no exterior.
Março, 06
Wilson Café (Wilson Santos de Jesus) nasce em Salvador.
Março, 13
Chico Science (Francisco de Assis França) nasce no bairro do Rio Doce, em Olinda, Pernambuco.
Março, 18
Sarajane (Sarajane Tude) nasce em Salvador.
Abril


A caminho do I Festival Mundial de Arte Negra, em Dakar, Senegal, sob o comando de Mestre Pastinha.
Da esquerda para a direita:
Camafeu de Oxossi, Mestre Roberto Satanás, Mestre Gildo Alfinete, Mestre João Grande, Mestre Gato, Mestre Pastinha.

Quem mais estava nessa delegação, que representaria o Brasil no Festival?  A cantora Clementina de Jesus, o músico Élton Medeiros e o artista plástico baiano Rubem Valentim.
Foto: Arquivo Mestre Gildo Alfinete
Junho
Caetano Veloso estréia na era dos festivais concorrendo, em São Paulo, no Festival da Música Popular, da TV Excelsior, com a canção Boa Palavra, defendida por Maria Odete, que classifica-se em quinto lugar.
Agosto, 08
The Beatles: LP Revolver (Capitol Records) . Mostra o maior amadurecimento do grupo no uso dos recursos de estúdio e no experimentalismo, o que, por outro lado, começa a dificultar a expressão da banda em performances ao vivo.
Outubro
Caetano Veloso recebe o prêmio de melhor letra, no 2º Festival de Música Popular Brasileira, da TV Record, de São Paulo, com a canção Um Dia.
Canção para Maria, de Capinan e Paulinho da Viola é classificada em terceiro lugar.
Novembro
Tem início o Festival Internacional da Canção, no Rio de Janeiro, promovido pela Rede Globo de Televisão, realizado em duas etapas: nacional e internacional.
**1967**
Jimi Hendrix lança seu primeiro disco: Are You Experienced?
Primeiro floppy disk (disquete flexível) desenvolvido pela IBM.
Roberto Carlos grava o LP O Inimitável, com Renato e Seus Blue Caps e Lafayette no acompanhamento.

Gilberto Gil: LP Louvação
Gilberto Gil - Louvação - Philips R 765.005 L (Clique para ampliar)
Há nada menos que quatro referências na contracapa do LP Louvação: Torquato Neto, Chico Buarque de Holanda, José Carlos Capinan e Caetano Veloso, dão seus testemunhos sobre a obra do cantor-compositor-instrumentista Gilberto Gil.

Faixas: 
Lado A
1. Louvação - Gilberto Gil/Torquato Neto
2. Beira Mar - Caetano Veloso/Gilberto Gil 
3. Lunik 9 - Gilberto Gil 
4. Ensaio Geral - Gilberto Gil
5. Maria - Gilberto Gil
6. A Rua - Gilberto Gil/Torquato Neto 

Lado B
1. Roda - João Augusto/Gilberto Gil 
2. Rancho da Rosa Encarnada - Geraldo Vandré/Gilberto Gil/Torquato Neto 
3. Viramundo - Capinan/Gilberto Gil 
4. Mancada - Gilberto Gil 
5. Água de Meninos - Capinan/Gilberto Gil 
6. Procissão - Gilberto Gil
Arranjos: Bruno Ferreira/Carlos Monteiro e Souza/Dori Caymmi

Água de Meninos
Composição: Gilberto Gil/Capinan
Interpretação: Gilberto Gil

Na minha terra, Bahia
Entre o mar e a poesia
Tem um porto, Salvador
As ladeiras da cidade
Descem das nuvens pro mar
E num tempo que passou
Toda a cidade descia
Vinha pra feira comprar

Água de Meninos
Quero morar
Quero rede e tangerina
Quero peixe desse mar
Quero vento dessa praia
Quero azul, quero ficar
Com a moça que chegou
Vestida de rendas, ô
Vinda de Taperoá

Por cima da feira, as nuvens
Atrás da feira, a cidade
Na frente da feira, o mar
Atrás do mar, a marinha
Atrás da marinha, o moinho
Atrás do moinho, o governo
Que quis a feira acabar

Dentro da feira, o povo
Dentro do povo, a moça
Dentro da moça, a noiva
Vestida de rendas, ô
Abre a roda pra sambar

Moinho da Bahia queimou
Queimou, deixa queimar
Abre a roda pra sambar

A feira nem bem sabia
Se ia pro mar ou sumia
E nem o povo queria
Escolher outro lugar
Enquanto a feira não via
A hora de se mudar
Tocaram fogo na feira
Ah, me diga, minha sinhá
Pra onde correu o povo
Pra onde correu a moça
Vinda de Taperoá

Água de Meninos chorou
Caranguejo correu pra lama
Saveiro ficou na costa
A moringa rebentou
Dos olhos do barraqueiro
Muita água derramou

Água de Meninos acabou
Quem ficou foi a saudade
Da noiva dentro da moça
Vinda de Taperoá
Vestida de rendas, ô
Abre a roda pra sambar

Moinho da Bahia queimou
Queimou, deixa queimar
Abre a roda pra sambar


© Gege Edições Musicais ltda (Brasil e América do Sul) / Preta Music (Resto do mundo) / © Editora Musical Arlequim LTDA.


 
Glauber Rocha: Terra em Transe.
Fevereiro, 13
The Beatles: Strawberry Fields Forever / Penny Lane (single).
Junho, 01
LP Sgt. Pepper's Lonely Hearts Club Band - Parlophone, PMC 7027
 The Beatles: LP Sgt.Peppers Lonely Hearts Club Band é lançado com a proposta de marcar a passagem da banda, que já é sucesso de crítica e de público, com um álbum definitivo, diferente e revolucionário em todos os sentidos, desde a sua concepção. É a primeira vez que uma banda de rock grava músicas longas, unidas por um fio temático, com arranjos complexos e cheios de efeitos especiais de estúdio. O álbum disputa com Pipper at Gates of Dawn, do Pink Floyd, (gravado ao mesmo tempo numa sala ao lado, nos estúdios Abbey Road) o status de marco inicial do chamado progressive rock.
(Clique para ampliar)
 O design da capa é de Peter Blake, que valeu-se de uma colagem de fotografias coloridas de papelão (em tamanho real) de personalidades famosas, incluindo Mae West, Marlon Brando e Karl Marx.

Junho, 25
The Beatles: All You Need is Love é vista ao vivo por 400 milhões de espectadores em 24 países, inaugurando a primeira transmissão internacional por satélite.
Julho
Caetano Veloso, contratado pela Philips, lança seu LP de estréia: Domingo, dividido com Gal Costa. Nos idos de 67, um elepê custava NCr $ 9,00.
Agosto, 27
Brian Epstein, empresário dos Beatles, é encontrado morto, em seu apartamento de Londres, por overdose de pílulas de dormir. A morte de Epstein irá desencadear o processo de desagregação da banda, que tinha nele, além de excelente empresário, um carismático líder.
Outubro
III Festival da Música Popular Brasileira, da TV Record:
Gilberto Gil: Domingo no Parque, com Os Mutantes e sua atitude roqueira, é classificada em segundo lugar, perdendo para Ponteio, de Edu Lobo e Capinan, que, nas palavras de Capinan (1998)... "encerrava o ciclo nordestino, que desde os romances regionalistas e o Cinema Novo foi uma espécie de signo único da linguagem engajada"... Caetano Veloso: Alegria, Alegria, com as temidas guitarras da banda argentina Beat Boys, embora obtendo a quarta posição, torna-se sucesso instantâneo, vendendo o compacto mais de 100 mil cópias, na época um número alto. Esta canção acabaria por se tornar em uma espécie de hino para os jovens da geração pré-Woodstock.
Caetano Veloso com os Beat Boys

No mesmo festival, Nana Caymmi, então casada com Gil, defende a música Bom Dia (Nana Caymmi/Gilberto Gil).
Rogério Duprat ganha o troféu Roquette Pinto, prêmio de Melhor Arranjador, com o ousado arranjo de Domingo no Parque.
Novembro
Caetano Veloso: Alegria, Alegria é lançada em compacto simples.
Novembro, 21
Num happening pop-tropicalista Caetano Veloso realiza, em Salvador, o seu casamento com a baiana Dedé Gadelha, vestida de mini-saia.
Dezembro, 26
The Beatles: Magical Mistery Tour – especial para a TV. Trilha sonora do filme mais experimental do grupo, cuja temática é uma viagem sem destino, filmado sem roteiro pré-definido e que torna-se um fracasso de crítica e público.
**1968**
1968: O Ano que Não Terminou (Título do livro do jornalista carioca Zuenir Carlos Ventura, 1988).
A Burroughs produz os primeiros computadores com circuitos integrados.
Switched-on Bach, coleção de transcrições executadas nos primeiros sintetizadores, numa gravação de Walter Carlos para a Columbia, cria sensação na indústria musical, tornando a música eletrônica acessível ao público em geral.
2001, Uma Odisséia no Espaço, filme dirigido por Stanley Kubrick.


 LP Camafeu de Oxossi - Philips P 632.916L - 1968
Capa: Carybé
Camafeu de Oxossi: LP Camafeu de Oxossi, segundo registro em disco da arte musical deste grande representante da cultura popular afro-baiana, com a bela capa desenhada por Carybé e texto de apresentação por Dorival Caymmi.

Textos da contracapa:
"Que outro cantor e compositor brasileiro terá a base popular de Camafeu de Oxossi? Esse "gentleman" do mercado Modelo da Bahia vive sua música na própria música da cidade do Salvador. Na velha tradição da civilização baiana, vende objetos sagrados e emblemas do culto dos orixás - e pela sua barraca passam os turistas, os professores da estranja, os cientistas da Europa e dos Estados Unidos, os escritores de fama universal, mas também, e principalmente, o saveirista,a filha-de-santo do Opô Afonjá e do Gantois, o boêmio da cidade baixa, o povo em toda a sua alegria e na vibação de sua música. Com um berimbau nnas mãos, ninguém supera. E a música por ele arrancada desse povo, dessa intimidade com o povo, tem o sabor da permanente novidade. Ouçam-na. Que outro músico brasileiro poderá mostrar essa autenticidade de inspiração e de feitura?
Dorival Caymmi"
"CAMAFEU DE OXOSSI
nasceu no Gravatá, reduto de africanos, em Salvador, bahia. Passou a meninice no Pelourinho. E se fez gente na Baixa dos Sapateiros. Embarcadiço, depois doqueiro, de-hoje que Camafeu é barraqueiro no Mercado-Modelo.
Ex-Diretor de Escola de Samba e diplomado em iorubano pelo Centro de Estudos Afro-Orientais (Universidade da Bahia). Camafeu de Oxossi compôs suas melhores (letras e músicas) em iorubano. E em baiano. Compõe nas horas vagas. E nas cheias.
Dentro e fora do Mercado-Modelo, Camafeu canta, toca e samba os sucessos ou suas muitas composições. Com berimbau, agogô, pandeiro, atabaques, rum, rumpi e lê, violão e até caixa de fósforos. Mas, com o berimbau se realiza."
FAIXAS:
1. Crioula Pariu - Domínio Público
2. a) Bahia, Minha Bahia - Camafeu de Oxossi
    b) Canarinho da Alemanha - Domínio Público
3. Canto Contado (em iorubano) - Camafeu de Oxossi
4. Confirmação de Oxossi
Lado B
1. Ogum - Domínio Público
2. Exu-Onã - Domínio Público
3. Oxum - Domínio Público
4. Oxossi - Domínio Público
5. Oxalá - Domínio Público
(Faixas 3a, 4 e 5 - Ed. Helo)
Gil: LP Gilberto Gil. Neste disco, Gil contou com a participação de Os Mutantes.
LP Philips R 765.024 L
(Clique para ampliar)
Primeiro disco de Tom Zé: Tom Zé. (Rozemblit, de Recife). Produzido por João Araújo, pai de Cazuza.
Parque Industrial (Rozemblit).
Os Mutantes: LP Os Mutantes (Polydor): Panis et Circensis, Bat Macumba.
Os Novos Baianos tocam juntos pela primeira vez, em Salvador, no show Desembarque dos Bichos Depois do Dilúvio.
Cinema Novo:
Glauber Rocha: O Dragão da Maldade contra o Santo Guerreiro.Música assinada por Sérgio Ricardo (com aproveitamento de canções folclóricas).
Walter Lima Jr.: Brasil Ano 2000.Direção Musical de Rogério Duprat. O filme conta com canções de Gilberto Gil e Capinan, além de Objeto Não Identificado, de Caetano Veloso.
Roberto Carlos faz seu primeiro filme: Roberto Carlos Em Ritmo de Aventura.

Roberto Carlos ganha o Festival de San Remo, na Itália, com Canzone Per Te, de Sérgio Endrigo.
Tropicalismo: Movimento na poesia, na música e nas artes. Numa releitura pop e hippie da Antropofagia de "Marioswald" de Andrade, baseia-se no Cinema Novo, no experimentalismo do Teatro de Arena e Teatro Opinião, nos ecos da Bossa Nova, na "rebeldia" pop da Jovem Guarda, na cultura televisiva (Chacrinha e as telenovelas), na poesia concretista, na pintura e nas instalações de Hélio Oiticica.
Janeiro
No início do ano, Caetano lança seu primeiro LP individual, pela Philips, com arranjos de Rogério Duprat e acompanhamento dos conjuntos RC-7 e Os Mutantes. O disco inclui Alegria, Alegria, Tropicália, Superbacana, No Dia que Eu Vim-me Embora e Soy Loco por Ti, América (de Gil e Capinan).
Janeiro, 22
Tatau nasce em Salvador, no bairro do Tororó.
Fevereiro, 05
Nelson Motta publica, no jornal Última Hora, um artigo intitulado "A Cruzada Tropicalista". A partir daí, o movimento do grupo de músicos, cineastas e intelectuais passa a ter evidência na mídia com a denominação criada pelo jornalista e compositor.
Março, 19
Anton Walter Smetak é naturalizado brasileiro.
Março, 31
Pierre Onassis nasce em Salvador.
Abril, 22
Movimento conhecido como Rebelião de Maio é iniciada por estudantes de Nanterre, França, e a revolta da juventude espalha-se por todo o mundo.
Abril, 29
Hair: ópera rock, marca uma época, pelo seu conteúdo questionador.
Maio
Caetano Veloso: lançamento de compacto simples contendo leitura tropicalista da composição Yes, Nós Temos Bananas, de João de Barro e Alberto Ribeiro.
 Junho, 01
Lapinha, de Baden Powell e Paulo César Pinheiro vence a I Bienal do Samba.
Elis Regina, Baden Powell e Os Originais do Samba
foram os vencedores da I Bienal do Samba
LP com as músicas vencedoras da I Bienal do Samba

Julho
Lançamento do LP Tropicália ou Panis et Circensis, álbum coletivo com caráter de manifesto, coordenado por Caetano Veloso
Philips R 765.040 L (Clique para ampliar)


Uma das faixas do álbum contém a gravação do Hino ao Senhor do Bonfim da Bahia, de João Antonio Wanderley e Petion de Vilar.


Hino ao Senhor do Bonfim
1. Caetano, Gil, Gal
2. Banda da PM
Julho, 18
O CCC – Comando de Caça aos Comunistas – numa repressão localizada à área cultural, espanca, em São Paulo, o elenco da peça Roda Viva, destruindo os cenários da obra teatral de José Celso Martinez e Chico Buarque.
Setembro, 15
III Festival Internacional da Canção. Eliminatória paulista. TUCA, São Paulo: Caetano Veloso é vaiado ao apresentar sua música É Proibido Proibir, inspirada nos grafites dos muros de Paris durante a rebelião estudantil de maio, o que dá lugar a um dos discursos mais veementes do tropicalista, depois publicado. Como resultado, Caetano e Gil se auto-desclassificam.
Gilberto Gil concorria com Questão de Ordem.
È Proibido Proibir é lançada em compacto.
IV Festival da Música Popular Brasileira começa a ser exibido pela TV Record:
São São Paulo, de Tom Zé, ganha o primeiro prêmio. Divino, Maravilhoso, de Caetano Veloso e Gilberto Gil, interpretada por Gal Costa, o terceiro lugar.
2001,de Tom Zé e Rita Lee, defendida por Liminha, Gilberto Gil e Os Mutantes, é a quarta colocada. 

O empresário Guilherme Araújo é quem entrega Rita Lee a letra de Astronauta Libertado, engavetada após Caetano tentar musicá-la.
Caetano participa do festival na condição de intérprete, defendendo a composição Queremos Guerra, de Jorge Ben.
O programa de vanguarda Divino, Maravilhoso estréia na TV Tupi, de São Paulo: o grupo tropicalista realiza inúmeras performances.
Caetano Veloso lança um compacto duplo que inclui a gravação de A Voz do Morto, samba que é censurado. O disco é recolhido das lojas.
Novembro, 25
The Beatles: White Álbum (Apple Records). Álbum duplo, torna-se conhecido como "o álbum branco", pois a capa é totalmente branca. Glass Onion, Savoy Truffle, Sexy Sadie, Helter Skelter, Revolution, Back in The USSR, etc.
Dezembro
Caetano Veloso lança um compacto simples com sua música Atrás do Trio Elétrico e, no verso, Torno a Repetir (domínio público).
Dezembro, 13
Decretado o Ato Institucional n.º 5, oficializando a repressão política a ativistas e intelectuais no Brasil. O decreto institui a censura prévia para jornais, revistas, teatros, cinema, música e televisão.
Dezembro, 22
Caetano e Gil são presos na Boate Sucata, no Rio de Janeiro.
Dezembro, 27
Caetano e Gil são detidos, pela ditadura militar, em São Paulo, sob o pretexto de haverem desrespeitado o hino nacional e a bandeira brasileira, precipitando, assim, o "enterro" da Tropicália, cuja morte simbólica já havia sido anunciada, nos eventos do grupo.
Caetano e Gil são levados para o quartel do Exército de Marechal Deodoro, no Rio de Janeiro, onde têm as suas cabeças raspadas.
**1969**
O Departamento de Defesa dos EUA cria a Arpanet, agência de pesquisa do governo americano, precursora da Internet.
O Trio Elétrico Tapajós é o primeiro a registrar em vinil o som característico dessa manifestação musical.

Trio Elétrico Tapajós: LP Philips 632.927 MONO / BR 1969
Faixa B-2 (Medley):
Eu Te Amo/Alegria, Alegria/Prova de Fogo

Caetano Veloso escreve na contra-capa do LP:
"Acrílico no Pelourinho. Uma lavadeira do Abaeté cantando o iê-iê-iê "Oxalá", entre a areia branca e a ´gua escura: isso não quer dizer que Salvador é uma
cidade como outra qualquer, mas denota a presenã irreversível dos meios de comunicação de massa em curiosa relação com a cultura tradicional popular da
cidade. Não interessa deplorar o abastardamento das tradições, mas saber onde a vida explode. Com um milhão de habitantes distribuídos em prédios de
apartamentos, sobradões, mansões e casebres, vendo TV e cinerama, comendo pizza com guaraná "fratelli vita", Salvador já não se encaixa na linguagem folcórica com que estamos acostumados a descrevê-la: ela mesma já não fala e não entende essa linguagem. Contam-me que há vinte anos existem os trios elétricos nos carnavais da Bahia. Eu os conheço desde a infância. Sobre os caminhões ornamentados e iluminados com lâmpadas fluorescentes, esses músicos vêm fazendo do carnaval baiano a mais viva festa brasileira, enquanto no Rio o carnaval vai-se transformando num espetáculo ensaiado, como que feito para contar como o carnaval já foi: diante dos grandes desfiles organizados, das passarelas para fantasias de luxo, o próprio carioca é um turista. Ao passo que os músicos dos trios elétricos descobriram uma forma nova e reinventaram o carnaval, à medida que a cidade ia se transformando.
Existe hoje, por eles, um carnaval da Bahia, original e íntegro como expressão da cidade. Enquanto os donos da música popular brasileira vaiavam as guitarras elétricas nos grandes centros, na Bahia elas já nos haviam salvo a mudez...
O frevo pernambucano como base, os sucessos internacionais mais carnavalizáveis, o hino do meu querido Esporte Clube Bahia, Roberto Carlos, qualquer negócio eles botam pra esbuguelar da Sé a São Pedro, como diria o genial Zé Veneno. Me parecem ser um acontecimento cultural da maior importância e são a alegria da minha vida. Principalmente este Trio Elétrico Tapajós, o melhor deles, sem desfazer dos outros. Na minha opinião, só eles sugerem uma revitalização do carnaval brasileiro. O Trio Elétrico Tapajós é, por essa razão, o mais importante conjunto carnavalesco do presente no Brasil, contando com as grandes escolas e os blocos famosos."

Selo do LP Trio Elétrico Tapajós/1969

FAIXAS:
Lado A
1. Atrás do Trio Elétrico - Caetano Veloso
Martinha da Bahia - Renato Mendonça/Jairo Simões
Colombina - Armando Sá/Miguel Brito
2. Frevo Rasgado - Gilberto Gil/Bruno Ferreira
Frevo da Boa Terra - Trio Elétrico Tapajós
Sá Marina - Antônio Adolfo/Tibério Gaspar
3. Ay Jalisco no Te Rajes - Manuel Esperón/Ernesto M. Cortazar
Somewhere My Love (Tema de Lara) - Maurice Jarre
Barril de Chopp (Beer Barrel Polka) - Jaromir Vejvoda/Wladimir A. Timm/Lew Brown
Lado B
1. Roberto no Frevo - Trio Elétrico Tapajós
Vassourinhas - Mathias da Rocha/Joana Batista Ramos
2. Eu Te Amo, Te Amo, Te Amo - Roberto Carlos/Erasmo Carlos
Alegria, Alegria - Caetano Veloso
Prova de Fogo - Erasmo Carlos
3. Tapajós no Frevo - Trio Elétrico Tapajós
Modinha - Sergio Bittencourt
Olhos Negros - Tradicional
Direção Artística: João Mello
[Agradecimentos ao Dilson Filho, da comunidade Trio Elétrico Tapajós no Orkut]



Gilberto Gil: LP Gilberto Gil. Gil mostrava desde então a sua grande afinidade com os meios eletrônicos, quer na temática de algumas composições (ver Cérebro Eletrônico, Futurível, 2001), quer nos arranjos/instrumentações/efeitos.
 Mais uma capa super-elaborada por Rogério Duarte
(Clique para ampliar)
Gravado em três estúdios (Bahia, São Paulo e Rio), incluindo os estúdios da J.S. de Salvador, com arranjos de Rogério Duprat, Produção Manoel Barenbein e o som de: Lanny, Wilson das Neves, Chiquinho de Moraes e Sérgio Barroso.
(Clique para ampliar)
Raul Seixas grava o seu primeiro compacto, seguido de Os Panteras.
Cinema Novo: Macunaíma, de Joaquim Pedro de Andrade. Produção de Glauber Rocha. Adaptação direta do original de Mário de Andrade, de 1922.

Janeiro, 16
Gordurinha morre em Nova Iguacú - RJ.
Gordurinha
Fevereiro
Caetano e Gil são soltos, na Quarta-feira de Cinzas, seguindo para Salvador. Entretanto, seriam obrigados a manter-se em regime de confinamento, sem aparecer ou dar declarações em público.
Abril, 20
Morre Ataulfo Alves, compositor, intérprete, sambista dos provérbios e expressões populares, criador do antológico samba Amélia.
Abril / Maio
Caetano Veloso grava as bases de voz e violão de seu novo disco Caetano Veloso, que são enviadas para São Paulo, onde Rogério Duprat se encarrega dos arranjos e da direção das gravações. 
A Chance de Um Bandolim (compacto duplo - CODIL)
Armando Macedo: Instrumentista vencedor de A Grande Chance
Maio, 15


Gravação original da apresentação no concurso do programa de TV A Grande Chance, de Flávio Cavalcanti  (transmitido em rede nacional pele TV TUPI canal 6), no qual Armando Macedo se consagrou como instrumentista vencedor, tocando seu bandolim.
Com a memorável apresentação de um pot-pourrit, o jovem Armandinho arrancou aplausos calorosos da platéia, da orquestra e dos jurados, entre os quais encontrava-se
o compositor Sérgio Bittencourt, filho de Jacob do Bandolim, que, bastante emocionado, abraçou Armandinho chorando, e afirmou reconhecê-lo como herdeiro legítimo da habilidade musical de Jacob.
FAIXAS:
Lado A:

Pot-pourrit (No pot-pourrit Armandinho inclui):
- Branca
- Czardas
- Língua de Preto
- Tema de Amor em Forma de Prelúdio
- Modinha (Sérgio Bittencourt)
(Ao final, ouve-se a fala do apresentador Flávio Cavalcanti: - "A orquestra levanta para aplaudir... a platéia de pé, no Teatro Municipal, aplaudindo o candidato de Salvador Armando Costa Macedo"...)
Lado B:
Marcha Turca
Armando Macedo: compacto duplo, na esteira do sucesso gerado pelo prêmio no concurso de A Grande Chance:
Armando Macêdo - Compacto vinil 7"
CODIL/Ritmos Discos do Brasil

FAIXAS:
Lado A
1. Pode fechar seu guarda chuva
2. Casaco Marrom
Lado B
1. Desespero

2. Divagando Pelo Cais
Julho, 07


"CAETANO E GIL, EM OUTRA FASE, MOSTRARÃO NOVOS SONS NO TCA"

"Eles vão surgir sorrindo, com túnicas coloridas e, possivelmente alguns colares. Gil empunhando um violão e Caetano apenas com seu sorriso tímido, mas que consegue magnetizar com sua magra figura. Não há mais os grandes e impactantes cabelos encaracolados. Não haverá diálogo no Teatro Castro Alves. Durante uma hora e meia de espetáculo sem texto, eles cantarão 20 músicas, algumas das quais inéditas.
Com roupas de espadachin, astronauta, lutador medieval e pierrot, assim aparecerão Lico, Jorginho, Pepeu e Carlinhos, os quatro participantes do conjunto "Leif's", que tem duas guitarras elétricas, um baixo e uma bateria. Segurando com uma mão o microfone e com as pernas cruzadas, Caetano Veloso cantará a sua "Irene", enquanto Gil, ao lado, esperará sua vez para mostrar "Volk Volkswagen Blue". Os "shows" que marcarão o reaparecimento dos cantores-compositores tropicalistas serão realizados no dia 20, em duas sessõies, ás 10 e às 21 horas, e no dia 21, apenas às 21 horas.

ENSAIO
Todas as tardes há ensaios na casa de Caetano Veloso, na Pituba. Lá estão Gilberto Gil, o conjunto "Leif's", Roberto Santana - produtor e diretor do espetáculo -, Dedé, esposa de Caetano, também ativa, dando as últimas instruções sobre as roupas dos participantes do conjunto, cujo figurino foi por ela criado. Há os amigos - muitos - que nada fazem a não ser considerar "simplesmente genial" tudo o que a dupla realiza. "Pequenos gênios" - assim eles se rotulam - sentem-se diminuídos pela "província" e simplesmente esperam, em total ociosidade, uma oportunidade para demonstrar seus talentos.
Depois de seis meses de inatividade, Caetano e Gil ressurgem representando uma nova imagem, em uma nova fase. Com seriedade, eles pesquisam ardorosamente e buscam um novo som universal. O tropicalismo, trabalho sério e movimento renovador da música popuolar brasileira, ficou, inexoravelmente para trás , e se constitui apenas em uma fase, já superada, dos compositores baianos. Sua música atual vai muito mais além mas se lhe perguntarem eles não saberão, ainda, definí-la. Durante o período que passou longe dos meios artísticos, Caetano aproveitou o tempo para pesquisar, ouvir Ray Charles, Jimmy Hendrix, Aretha Franklin e estudar todas as correntes e composições da música popular brasileira. Como resultado, Caetano Veloso compôs três músicas em inglês e até canta "Carolina", de Chico Buarque de Holanda, em seu novo disco. Sua "Irene" é uma grande esperança de sucesso assim como o é "Volk, Volkswagen Blue" de Gilberto gil. Quando não há praia, Caetano Veloso dorme pela manhã, pesquisa e ensaia à tarde, janta fora, vai ao cinema e, depois, a religiosa passagem pelo "Varandá", o bar de Sandoval na ladeira do Pau da Bandeira.
Gilberto Gil, além de estar com oito músicas novas, tornou-se um estudioso de Teosofia, pratica ioga e se submete a um regime micro alimentar macrobiótico que, em suma, significa diminuição em quantidade e aumento qualitativo das substâncias ingeridas. Suas refeições são feitas à base de feijão com soja, castanha, amendoim, aveia e verduras. Em agosto próximo, cada um lançará um novo disco pela "Philips" e Elis Regina gravará "Irene".

ESPETÁCULO
O próprio Caetano Veloso e Roberto Santana dirigem o espetáculo que, nos dias 20 e 21, será realizado no Teatro Castro Alves. Os arranjos estão a cargo de Gilberto Gil e a produção será feita pela Roberto Santana e Paulo Lima Produções Artísticas.
A seleção das músicas que serão cantadas durante os 90 minutos de "show" já está feita e, além das novas composições eles cantarão velhos sucessos, inclusive o "Hino do Bahia", do Prof. Adroaldo Ribeiro Costa e "Marcianita", versão de um "rock".
Caetano Veloso cantará, dos sucessos antigos, o "Hino do Bahia", "Atrás do Trio Elétrico", "Alegria Alegria", "Tropicália" e "Marcianita". Gilberto Gil "17 légua e Meia", de Luís Gonzaga. "Domingou", de sua autoria e Torquato, "Domingo no Parque", "2001", de Tomzé, e "Frevo Rasgado".
A nova música de Caetano e Gil, ainda sem definição, poderá tê-la após o julgamento que, fatalmente, o público fará nos espetáculos dos dias 20 e 21. De resto, o sucesso é garantido."

Samuel Celestino FILHO
(Jornal da Bahia - Caderno 2
Salvador, domingo e 2ª feira, 6 e 7 de julho de 1969).



Julho, 20 e 21
Caetano Veloso e Gilberto Gil realizam dois shows de despedida no Teatro Castro Alves cujo áudio, precariamente gravado, se transformaria no LP Barra 69, que só seria lançado três anos depois.  
Na véspera do embarque para o exílio, no encerramento do show, Caetano e Gil cantam o Hino do Bahia, composto por Adroaldo Ribeiro Costa, que toda a platéia canta junto, de pé. Após os shows, partem para o exílio na Inglaterra, acompanhados de suas mulheres, as irmãs Sandra e Dedé Gadelha. Em Londres, iriam se estabelecer no bairro de Chelsea.

Julho, 24

Carlos Coqueijo escreve na sua coluna para o jornal baiano A Tarde as impressões que teve ao assistir ao show de Gil e Caetano no Teatro Castro Alves:
MÚSICA - COQUEIJO

"Para um público preponderantemente jovem que lotou totalmente o Teatro Castro Alves, os azes da Tropicália fizeram um show espetacular, no preciso sentido do vocábulo.
Infelizmente, uma notícia trágica que me chamou a meio do programa, impediu-me de assistir à segunda parte.
O quanto vi na primeira me foi suficiente para o julgamento com que abro esta coluna. A desenvoltura, o absoluto domínio do ambiente, a excepcional interpretação, no colorido exato, o ímpeto das canções de mensagem e o "feeling" nas doces baladas, - tudo junto já bastava para o alto nível do show. Mas ainda havia os Leif's conjunto local surpreendente, pelas harmonias trabalhadas e a perfeita caracterização, a que se deve acrescer, com o destaque devido, o violão de Gilberto Gil.
Caetano é o poeta imenso, que se transforma quando vive as suas canções, e transporta a assistência dentro do clima necessário. Gil traz a marca da africanidade, que aflora a todo instante na melodia, na letra ou nas variações vocais que usa com precisão de quem conhece harmonia.
O baião, o jazz, estão por detrás da cortina que encobre o seu talento musical.
A iluminação é um capítulo à parte. Vi desse gênero, pela primeira vez, no show de Gal e Tomzé e, posteriormente, no de Elis Regina - Miele. É dinâmica e funcional, acompanhando o ritmo e às vezes dando uma interpretação concreta visual do sentido das letras. Soube que foi feita pelo mesmo rapaz que funcionou no show de Gal - Tomzé, naturalmente com a indispensável ajuda de Roberto Santana.
Pode-se fazer restrições ao estilo desses dois jovens - Caetano e Gil - mas não se lhes pode negar o imenso talento, a inteligência de suas composições, sua profunda musicalidade e uma linha funcional em tudo que fazem, a que se convencionou chamar de "tropicália". Eles conseguiram absorver esse estilo universal, que a sociedade de consumo exige da música jovem de hoje, dando-lhe o toque do que é nosso, numa exuberância bem tropical e bem colorida em tudo - desde os trajes até os instrumentos eletrônicos idem.
Eu sou de outro estilo e de outra geração - mas admiro e respeito o trabalho dos dois talentosos músicos baianos, que hoje, no setor, dominam a cena brasileira.
Bem fez o T.C.A em abrir suas portas aos jovens, porque o espetáculo foi de alta categoria musical."

A Tarde 24/07/1969

Agosto 
 Caetano Veloso/1969 Philips

Lançamento do LP Caetano Veloso, com a inclusão do sucesso Atrás do Trio Elétrico, composição de Caetano lançada no compacto simples de dezembro de 1968. Único álbum, até então, sem uma fotografia de Caetano na capa: a sua cabeleira, que fora raspada na prisão pelos militares, estava ainda escassa.


Ficha técnica original
Estúdios: Philips (Rio), J.S. Salvador - Bahia) e Scatena (São Paulo)
Técnicos: Ary Carvalhaes, Célio Martins, João Kibelskis, Stélio Carlini, Paulo Frazão e João dos Santos
Arranjos e direção musical: Rogério Duprat
Violão: Gilberto Gil
Guitarra elétrica: Lanny
Baixo elétrico: Sérgio Barroso
Bateria: Wilson das Neves
Piano e órgão: Chiquinho de Moraes
Ritmo: Tião Motorista
Participação em acrílico: Jussara Moraes
Programação gráfica: Lincoln
Direção da produção: Manoel Barenbeim
Dedicatório do disco:
"Este disco foi gravado na cidade de Salvador, Bahia, em junho de 1969. É um trabalho dedicado a José Velloso, Hercília e Roberto Pinto."
Caetano Veloso 

Agosto, 13
Morre no Rio de Janeiro, o músico Jacob do Bandolim (Jacob Pick Bittencourt - RJ, 14/02/1918)) aos 51 anos de idade.
Jacob do Bandolim, Dino 7 Cordas, Taiguara e Flávio Cavalcanti, apresentação de "Modinha", de Sergio Bittencourt, no Programa "A Grande Chance", da TV Tupi, em 1967.
 Agosto, 15 a 18 
Woodstock Music & Art Fair, o Festival de Woodstock ("Uma Exposição Aquariana: 3 Dias de Paz & Música") é realizado em uma fazenda da cidade rural de Bethel, no estado de Nova York, EUA. 
Cartaz do Woodstock Festival

Setembro, 26
The Beatles: Lançamento do LP Abbey Road (Apple Records).
Capa e contracapa do LP Abbey Road - Apple, PCS 7088.

Nenhum comentário:

Postar um comentário